quarta-feira, 8 de abril de 2015

Poema do mês de abril


O Dia da Liberdade

 25 de Abril

 
Este dia é um canteiro

 com flores todo o ano

 e veleiros lá ao largo

 navegando a todo o pano.

 E assim se lembra outro dia febril

 que em tempos mudou a história

 numa madrugada de Abril,

 quando os meninos de hoje

 ainda não tinham nascido

 e a nossa liberdade

 era um fruto prometido,

 tantas vezes proibido,

 que tinha o sabor secreto

 da esperança e do afeto

 e dos amigos todos juntos

 debaixo do mesmo teto.

 

José Jorge Letria in O livro dos dias (AMBAR)

Sem comentários:

Publicar um comentário