terça-feira, 1 de novembro de 2016

Livro do mês de novembro "O amante da rainha"

Numa época em que a segurança de um país não era um dado adquirido e em que a Europa vivia em clima de guerra quase permanente, Isabel sucede ao trono da Inglaterra sob ameaça de inimigos internos e externos. A situação agrava-se quando se apaixona pelo ambicioso Robert Dudley, um dos homens mais odiados do país. Ambos não parecem dispostos a abdicar da sua paixão, mas a segurança da Inglaterra torna-se precária.
Numa fase conturbada da história da Inglaterra, em pleno século XVI, com a Europa mergulhada em sangrentas guerras entre católicos e protestantes, Isabel, a princesa protestante, sucede à sua irmã Maria, a católica. Para conquistar o equilíbrio do poder, Isabel terá de se haver com os inimigos externos, nomeadamente a Escócia e a França.
No entanto, Isabel é uma rainha ainda jovem e com sede de atenção e de amor. Robert Dudley, saído do cativeiro da torre de Londres sabe disso e a precariedade da prisão não lhe impediu uma ambição sem limites. A antiga amizade com a causa de Isabel transformar-se-á numa tórrida paixão, contudo cheia de obstáculos, a começar pelo casamento de Robert com Amy, sua jovem mulher. Amy, por sua vez, o que mais deseja é uma vida tranquila, fora do bulício da corte, em conjunto com o seu amado esposo. Porém, este tem outros objetivos de vida.


Philippa Gregory nasceu no Quénia em 1954, mas mudou-se com a família para Bristol, na Inglaterra, quando tinha dois anos. Frequentou a Universidade de Sussex, onde um curso de Iniciação à História viria a mudar a sua vida. Até hoje já publicou 24 livros – muitos deles bestsellers. Philippa Gregory é doutorada em Literatura do Século XVII pela Universidade de Edimburgo e os seus romances refletem uma pesquisa e um pormenor histórico meticulosos. O seu período favorito da História é a época Tudor, sobre a qual já escreveu vários romances, alguns dos quais foram adaptados pela BBC a dramas históricos.