quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Poema do mês de fevereiro: "Tudo é tão caro"

Tudo é tão caro!
Como afinal a vida.
Pedes que te dê
quanto não tenho
para comprar-te.
Se nada pedes
apenas por que eu veja,
nem mesmo com possuir
eu poderei pagar-te.


Jorge de Sena