terça-feira, 4 de abril de 2017

Livro do mês de abril: "Não contes a ninguém"

Um thriller e romance que nos prende desde as primeiras páginas. Mary Grace Winters é uma mulher que, como tantas outras, sofre violentos maus tratos por parte do marido, que a colocam em perigo de vida. O medo é constante. Medo de morrer e não poder proteger o seu filho. Assim, após mais um episódio violento quase fatal, decide que tem de fugir. A única forma viável de fugir do marido, um violento polícia, é simulando a sua própria morte. Torna-se então Carolina e vive em Chicago a vida que nunca teve. Desconfiada dos homens, Caroline torna-se uma mulher reservada e empenhada em esquecer o seu passado mas, sobretudo, em que ninguém a descubra. Mas um dia conhece Max e os seus afetos por ele vão fazê-la perder a serenidade e a paixão vai voltar a surgir na sua vida. Até que ponto estará ela suficientemente longe do marido, até quando estará a salvo e até onde será o agressivo cônjuge capaz de ir?

Uma história repleta de emoção e suspense, que retrata de forma vívida e intensa a violência doméstica e todas as suas repercussões. A mentalidade de um perpetrador deste tipo de crimes é dissecada, tal como o retrato de uma mulher vítima de abusos. 

Karen Rose nasceu em Maryland, nos arredores da cidade de Washington, nos EUA, e atualmente vive na Florida com o marido e as filhas. Licenciou-se em Engenharia Química, e exerceu a sua atividade profissional em Cincinnati, no Ohio. Foi aqui que começou a escrever as suas histórias, quando as personagens se apoderaram da sua mente, e não se calavam. Foi, pois, com grande emoção que recebeu, em 2005, o prémio RITA pelo Melhor Suspense Romântico com o livro “I´m Watching You” (“Sei onde estás”). Agora, Karen Rose sente um imenso prazer em deixar as outras pessoas com medo de irem dormir, o que levou Lisa Gardner, grande autora de thrillers de sucesso em todo o mundo, a dizer ao The New York Times que «ela transmite o tipo de suspense arrepiante que vai mantê-lo agarrado à cadeira».