sexta-feira, 27 de março de 2015

Morreu Luís Miguel Rocha, autor de "O Último Papa"


O escritor Luís Miguel Rocha, 39 anos, autor de obras como "O Último Papa", morreu, dia 26 de março, em Mazarefes, distrito de Viana do Castelo, vítima de doença prolongada.
 

 Nascido no Porto, em fevereiro de 1976, o autor português escreveu vários livros com sucesso internacional, como "O Último Papa" (2006, editora Saída de Emergência), que expõe uma teoria sobre a misteriosa morte de Albino Luciani, o Papa João Paulo I, envolvendo a maçonaria italiana, e "A Filha do Papa" (2013, Porto Editora), sobre segredos do Vaticano.

Luís Miguel Rocha estudou na área de Humanidades até ao 12º ano e começou a vida profissional como repórter de imagem, tradutor e guionista.

Viveu dois anos em Londres, onde supervisionou guiões para produtores britânicos, mas voltou a Portugal e residia no Porto, dedicando-se exclusivamente à escrita.

Em 2005 publicou a primeira obra, "Um País Encantado" (Planeta Editora), seguindo-se "O Último Papa" (2006), "Bala Santa" (2007, Paralelo), "A Virgem" (2009, Mill Books), "A Mentira Sagrada" (2011, Porto Editora), a "A Filha do Papa" (2013) e "A Resignação" (2014).

Sem comentários:

Publicar um comentário